Dois são presos tentando vender caminhão roubado

A Polícia Civil, através da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes de Bauru, prendeu nessa terça-feira (2) uma dupla que tentava vender um caminhão roubado por um terço do valor do veículo. As apurações policiais apontam que eles tentavam arrecadar dinheiro para adquirir um grande carregamento de drogas.


Segundo a delegacia especializada, os acusados, com 35 e 46 anos (os nomes não foram divulgados), eram traficantes e já estavam sendo investigados. Para conseguirem dinheiro para comprar um carregamento de drogas para distribuição em Bauru e região, eles estavam oferecendo para venda um caminhão Mercedes-Benz, modelo 1419, ano 2013. O caminhão teve chassi adulterado, placas trocadas e documentação falsa para que pudesse rodar normalmente", aponta o titular da Dise, Luiz Augusto Puccinelli, complementando que eles ofereciam o veículo, avaliado em R$ 140 mil, por R$ 50 mil. O caminhão havia sido roubado em maio deste ano em São Carlos. Na ocasião, criminosos armados renderam o motorista e o mantiveram sequestrado durante algumas horas. A prisão da dupla ocorreu em um posto de gasolina desativado localizado na Av. Elias Miguel Maluf, onde o caminhão estava escondido. Os investigados foram presos no momento em que haviam ido buscar o caminhão para escondê-lo em uma chácara", narra Puccinelli. Ambos foram indiciados pela prática de receptação qualificada, que prevê pena de reclusão de 3 a 8 anos e, hoje, passarão por audiência de custódia.


A vítima, de acordo com a Polícia Civil, foi informada ainda nessa terça-feira (2) de que o caminhão fora recuperado.


Riscos Brasil

Últimas noticias
Roubo de carga
Quem somos
|
|
|
|
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Riscos Brasil é um portal de conteúdo informativo e educativo voltado ao mercado de logística e transporte, porém com foco em Segurança e Prevenção de perdas. Tire dúvidas, busque informações e participe das nossas ações de combate a criminalidade, em especial, roubo de cargas e demais crimes associados.