Roubo de cargas na região de Campinas

Os ladrões são atraídos pelas características da indústria local que concentra montadoras de eletroeletrônicos e pelo fluxo de mercadorias em torno de Viracopos, o segundo maior aeroporto de cargas do país.

 

Seis grandes assaltos e cerca de R$ 9 milhões em itens roubados

Os crimes se concentram em Campinas, Jundiaí, Itupeva, Indaiatuba, Louveira, Valinhos e Vinhedo -cidades cortadas pelas rodovias Anhanguera, Bandeirantes, Santos Dumont e Dom Pedro-, mas ainda há ocorrências em outras cidades próximas, como Nazaré Paulista.

Juntos, os municípios do “Triângulo das Bermudas” respondem por 87% dos roubos de carga na região. E os números individuais de crescimento ante 2012 são alarmantes: 700% (Itupeva), 400% (Indaiatuba), 167% (Vinhedo), 150% (Jundiaí), 117% (Valinhos), 67% (Louveira).

Especialista em logística, Fernando Salgado, da FGV, prevê aumento de custos. “Se o roubo aumentou 46% na região de Campinas, o preço do seguro [das cargas] vai aumentar na mesma proporção. E se o preço do frete aumenta, aumenta o produto.”

Últimas notícias