17 presos e 50 empresas envolvidas com Roubos de Carga foram arrebentadas pela policia civil gaúcha

Na manhã desta terça-feira (19), a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), deflagrou a segunda fase da Operação Antares. Na ação, que teve como objetivo o combate a uma organização criminosa que atua na montagem de empresas fraudadoras, conhecidas vulgarmente por “araras”, 18 pessoas foram presas e cinco foram conduzidas coercitivamente, para prestar esclarecimentos.

Ao todo, foram expedidos 14 mandados de prisão preventiva, 20 mandados de prisão temporária, 14 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de condução coercitiva, totalizando 53 ordens judiciais, que foram cumpridas nos municípios de Porto Alegre, Canoas, Cachoeirinha, Gravataí, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Parobé, Capão da Canoa, Taquara, Rolante e Farroupilha.


Segundo os Delegados Gustavo Rocha e Alexandre Fleck, as empresas são criadas ou estruturadas em nome de “laranjas” ou por meio de falsificação de documentos, com a finalidade de aplicar fraudes mercantis, sobretudo aos fornecedores de produtos diversos. Inicialmente, os infratores negociam produtos pagando à vista, assim que ganhavam a confiança dos fornecedores, realizavam compras maiores, com pagamento a prazo, e sumiam do mercado, consumando assim o golpe. Antes que os fornecedores conseguissem realizar qualquer espécie de cobrança, os produtos eram revendidos por meio dessas mesmas empresas ou outras também criadas para o mesmo objetivo. A investigação possibilitou o mapeamento das principais empresas receptadoras de cargas roubadas ou obtidas mediante fraude. Cerca de 50 empresas com esse fim foram identificadas e monitoradas, sendo que algumas delas sofreram intervenção da Polícia Civil, notadamente quando detectado que armazenavam carga roubada, contam os Delegados.


De acordo com o Diretor da Divisão de Investigação Criminal do DEIC, Delegado Sander Cajal, um comparativo entre os primeiros semestres do ano passado e deste ano demonstrou que em virtude das investigações criminais qualificadas, houve uma redução significativa dos índices de roubo de cargas no estado gaúcho, na contramão do que ocorre em outros estados da federação.


Polícia Civil RS



Últimas noticias
Roubo de carga
Quem somos
|
|
|
|
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Riscos Brasil é um portal de conteúdo informativo e educativo voltado ao mercado de logística e transporte, porém com foco em Segurança e Prevenção de perdas. Tire dúvidas, busque informações e participe das nossas ações de combate a criminalidade, em especial, roubo de cargas e demais crimes associados.